Danielle Tavares

Danielle Tavares

Facilitadora Didata SRT®
International Biocentric Foundation.

Conheceu Biodanza aos 5 anos através de seu pai, Alberto Tavares, um dos pioneiros de Biodanza no mundo. Amigo de Rolando Toro, Alberto criou o primeiro grupo de formação de facilitadores no Rio de Janeiro na década de 70.

Danielle, participou pela primeira vez em um grupo de Biodanza para crianças e, desde então, praticou regularmente Biodanza. Formou-se em psicologia em 1995 e atua como psicóloga individual e de grupo desde então.

Formou-se na Escola de Biodanza do Rio de Janeiro em 1998, dedicando-se a partir daí no seu trabalho como facilitadora.
 Dentre suas especializações em Extensões de Biodanza estão: Projeto Minotauro, Biodanza e Massagem, Educação Biocêntrica.

Nas escolas de formação em Biodanza, ensina temas como Aspectos Psicológicos, Identidade e Integração, Vivência, Contato e Carícias, Sexualidade, Metodologias dentre outros.

É didata formadora na extensão Projeto Minotauro.

Formação Profissional



Licenciada em Psicologia, fez especializações em Análise Transacional, Ecologia Humana, Hipnose Erikssoniana.

Carreira Profissional

Em 1995, iniciou sua prática como psicóloga clínica. Em 1998, se formou em Biodanza e iniciou sua prática com grupos regulares. Trabalha desde então com Andrea Zattar coordenando em média dois grupos regulares semanais há mais de 18 anos. Nesse tempo, ministrou palestras e cursos em empresas sobre grupos e comunicação humana, cursos de Análise Transacional e Ecologia Humana. Atua como didata em várias escolas de Formação de Biodanza pelo mundo e também participa do grupo coordenardor de formação de didatas América Cimeb-IBF.

Em 2008, foi nomeada diretora da Escola de Biodanza do Rio de Janeiro.

Trabalha regularmente em escolas de formação de facilitadores por todo o mundo (Argentina, Chile, Alemanha, Portugal, Espanha, Israel,Itália, África do Sul, Brasil, República Dominicana, França, Rússia) facilitando maratonas de formação e vivenciais.

Atividades Atuais 


Atualmente, foi nomeada pela International Biocentric Foundation como membro do conselho operacional IBF-Cimeb e membro da Cimeb- Textos da Rede CIMEB – Centros de Investigação em Músicas e Exercícios de Biodanza, é diretora das Escola de Biodanza de Rio de Janeiro e participa do Grupo Coordenador América IBF- Cimeb de Formação de Didatas.